Booster, Fuzz, Overdrive ou Distortion.


Qual destes pedais ou efeitos devo escolher - Booster, Fuzz, Overdrive ou Distortion?

Se você só tem um pedal em seu pedalboard, as chances de que seja algum tipo de Booster, Fuzz, Overdrive ou Distortion são grandes. 
Pedais de distorção são os pedais mais populares no mundo.

Se você não tem o luxo de poder pôr no talo um bom amplificador valvulado com volume bem alto para obtêr aquele som de overdriven real, então você precisa de um pedal.

Embora cada um desses pedais possa ajudar e muito a se obtêr o tone/timbre desejado, cada um trabalha o seu timbre de uma maneira diferente.

Então, vamos rever alguns conceitos...

BOOSTERS:

Entre os mais simples e mais antigos pedais está o Booster, que, na sua essência, é apenas um pré-amplificador simples que é colocado na frente/entrada de um amplificador. Estes pedais são utilizados para aumentar o sinal da guitarra, ou para criar um som alto porém relativamente limpo timbre de volume para solos ou empurrar o amplificador ao Overdriven.

Muitos tipos de Boosters tornaram-se populares em meados dos anos 60. Os primeiros exemplos de Booster, como o Dallas Rangemaster Treble Booster e o VOX Treble Booster and Bass/Treble Booster criavam um timbre/tone cremoso/suave, espesso e saturado.

Apesar do nome sugestivo eles ressaltavam outras frequências também. Eric Clapton, Jimmy Page, Brian May, e muitos outros guitarristas usaram seus boosters de Germânio na frente de um amplificador para conseguir uma potência extra, a fim de empurrar/overdriven o amp para soar harmonicamente mais saturado.

FUZZ:

O pai real da distorção, o Fuzz chegou antes mesmo do booster, e foi inicialmente concebido como um efeito que deixava um guitarrista imitar o som de uma voz rouca, esganiçada ou de um saxofone (eu sempre penso em saxofone ou violino).

Jimi Hendrix, muitas vezes usou um Dallas-Arbiter Fuzz Face que tornou-se um dos pedais de guitarra mais lendários deste planeta. Os melhores pedais Fuzz são amados por sua "dinâmica" - ou seja: a medida em que se toca com mais ataque ou menos ataque, a dinâmica é alterada. Este pedal responde muito bem ao controle de volume de sua guitarra.

Ao contrário dos pedais de Boosters, um pedal de Fuzz pode ser usado para elevar um amplificador valvulado até um nivel de saturação muito mais elevado que um Booster.

OVERDRIVERS:

Assim como o nome diz, um pedal de overdrive tenta replicar o som saturado de um amplificador valvulado. É claro que este pedal muitas vezes facilita o empurrão de seu amp a distorção, assim como um pedal de Booster ou Fuzz freqüentemente fazem.

Os pedais de Fuzz dos anos 60 e início dos 70 por natureza soavam muito pouco como uma distorção natural de um amplificador saturado. Nos anos 70 os guitarristas procuravam por um pedal que tivesse um som morno, crunch e tube (valvulado) de um amplificador levemente saturado.

O TS808 (Overdrive) foi adorado pelos guitarristas que queriam menos poder do que um pedal de Fuzz oferecia, porém mais poder do que a clareza de um amplificador limpo (clean) oferecia.

Vários guitarristas como: Stevie Ray Vaughan e Eric Johnson só pra citar alguns nomes importantes, usaram Tube Screamers para suas funções de booster, e os controles de Volume, Tone e Drive facilitavam demais esse trabalho. Na época muitos músicos acharam que era a morte da dinâmica na música, mas não foi isto que aconteceu como presenciamos até hoje.

Muito mais que um metrônomo, um baterista ! Você conhece o MP3 Audio Drums Kit ?

DISTORTION:

Por sua própria natureza, um pedal de distorção tem como objetivo estabelecer o seu som no próprio pedal ao invés de estabelecer uma parceria com um bom amplificador valvulado para extrair o seu melhor efeito.

A maioria dos pedais de distorção empregam uma combinação de amplificadores e diodos de silício para fazer seu trabalho de distorção (náo é overdrive), alguns usando a última tecnologia disponível em circuitos assimétricos para produzir uma forma mais irregular e agressiva de onda, mas isso é um outro papo mais pra frente que iremos abordar...

Não interessa o amplificador que você possua, você provavelmente irá usar o seu Booster, Fuzz, Overdrive ou Distortion com ele.

Gostou do artigo ? Comente, curta e compartilhe !

Recomendado para você !