MXR M-169 Carbon Copy Analog Delay


Análise / Review do pedal para guitarra, contrabaixo ou violão, MXR Carbon Copy Analog Delay.


1- Facilidade de uso:
Este MXR oferece um som analógico suave e morno que os guitarristas e baixistas amam. O pedal tem 3 knobs: Regen, Mix e Delay. A timbragem é muito fácil de se definir. O botão Regen é o número de repetições, Mix é a quantidade de efeito ou mixagem do efeito ao som limpo do instrumento, Delay é a velocidade das repetições ou volume de atraso se preferir.

MXR-M169-Carbon-Copy-Analog-Delay
MXR Carbon Copy Analog Delay
Infelizmente, o swith modulação (MOD) é de difícil acesso e inacessível de clicar com o pé. A luz LED azul é muito brilhante, e em um ambiente escuro você não será capaz de ver a posição dos knobs. Se incomodar muito faça como eu pinte o LED com esmalte ou alguma tinta que o escureça um pouco. O pedal é pequeno e compacto (é um MXR); fácil de transportar e não ocupa muito espaço em seu pedalboard.

2- Som/Tone/Timbre:
Este é um grande pedal de delay para quem está a procura de uma modulação morna e analógica. O pedal possui até 600ms de tempo de Delay, o que é muito para um pedal de delay analógico.

Muito mais que um metrônomo, um baterista ! Você conhece o MP3 Audio Drums Kit ?

Em nossos testes, o pedal não gerou nenhum ruído indesejado. Para baixistas é uma excelente opção pois o Carbon Copy é reconhecido por têr tonalidades obscuras/mornas que os baixistas adoram. Praticamente qualquer ajuste que você faça neste pedal será um bom ajuste.

Você pode até mesmo diminuir o Knob Mix e os Knobs de Regen e Delay para obter um efeito reverb excelente. Este pedal pode facilmente criar texturas similares aos sons dos meus músicos preferidos. Segundo o site da MXR: Brad Delson, Kerry King, Alexi Laiho, Herman Li, Jim Root, Mark Morton, Matt Heafy, Paul Gilbert, David Gilmour e Slash todos possuem um pedal deste ou já usaram em algum momento de suas carreiras.

O botão Mod é o que realmente impressiona neste pedal. O Mod acrescenta mais corpo (gordura) e profundidade as notas lembrando-me muito as tonalidades psicodélicas dos anos 60 e 70.

Há também potenciômetros internos para ajsutes mais precisos caso você seja um ser curioso tanto quanto eu que vos escrevo. Porém o set interno de fábrica é perfeito e é o recomendado pelo fabricante.

3 - Confiabilidade e Durabilidade:
Eu confio neste pedal completamente para uso diário, não é a toa que é um MXR, carcaça em metal, jacks de excelente qualidade e um pedal muito bonito também.

Especificações:
Peso: cerca de 450g
Carcaça: Metal Verde Escuro merálico/cintilante
Jacks: Metal
Chaveamento: True bypass
Medidas: 3,0 x 6,0 x 11,0 = AxLxC
Controles:  Regen, Mix, Delay e Mod
Alimentação: Bateria ou fonte de 9v centro negativo

4- Impressão geral:
Você pode facilmente se adaptar a este pedal, tanto faz se você toca jazz, rock, blues ou Metal. O que me impressionou bastante foi o botão MOD que modifica bastante a textura e efeito.

Lembre-se: é um pedal de efeito/textura analógico, se procura um delay digital fuja deste e de outros pedais de delay ou echo analógicos.

Demo/Video


Gostou do artigo ? Comente, curta e compartilhe !

Recomendado para você !